Jorge

Jorge, divorciado há 2 anos, está em um novo relacionamento há alguns meses. O novo casal já tem bastante intimidade. Ana parece que quer dar um passo adiante na relação. Afinal ela gosta de Jorge. Acha-o interessante, bonito e, como muitas mulheres, vê o sexo sob diferentes aspectos: diverte, relaxa e por que não, aprofunda os laços do casal. Contudo, Jorge evita situações em que o sexo poderia acontecer. 

Caio

Caio, um jovem atraente de 19 anos, tem tudo para aproveitar o que a vida tem a lhe oferecer: esportes, uma vida noturna agitada, viagens, uma boa instrução na universidade, amigos, e claro, relacionar-se com outras pessoas, da maneira que achar pertinente. Mas ele também tem uma barreira.

Sara

Sara é casada há 4 anos com Matheus, mas nunca se sentiu realizada sexualmente no casamento. Não se sente à vontade de falar sobre isso com ninguém: família, amigas ou com o próprio marido.

Ejaculação Precoce


O que há em comum nessas situações pode ocorrer com até 30% dos homens. Ou seja, perto de 1 a cada 3! Falo sobre a ejaculação rápida. De acordo com a Sociedade Internacional de Medicina Sexual, a ejaculação precoce é a disfunção sexual masculina caracterizada pela ejaculação que ocorre sempre, ou quase sempre, quando o tempo desde a penetração vaginal até a ejaculação passa a ser insatisfatório para o homem ou para o casal. Ressalto: o casal!
As mulheres, como Sara, portanto, podem não ter uma vida sexual como desejariam. Assim sendo, o casal deve pensar e tomar uma decisão sobre procurar um urologista para tratamento.

ejcaulação precoce não

Como consequência da ejaculação rápida, pode haver desejo de evitar a intimidade sexual e problemas de relacionamento.

Como tratar a ejaculação precoce?


O tratamento da ejaculação rápida consiste em medidas comportamentais, auxiliadas por terapia sexual e medicações. Muitas vezes o paciente com ejaculação rápida possui um perfil psicológico de ansiedade. Nesse sentido, praticar atividades que aliviem o estresse e conversar com sua parceira sobre o problema ajudam. Concomitantemente é aconselhável a realização de terapia sexual com um psicólogo. Medicações também são empregadas na maioria das vezes.


Parece simples, não? Mas talvez vencer a si mesmo ou a si mesma e procurar um urologista para você ou seu parceiro, pode ser o passo mais difícil. Pensar que talvez chegue em um consultório e converse com alguém com quem não tenha intimidade pode não ser animador. Se ele simplesmente te passa um remédio pode ser desestimulante. Por isso no IUP achamos que precisamos ter uma conversa franca e entender quais são as causas que podem levar a esse problema sexual. Um bom urologista, com o auxílio de psicólogos experientes formam uma equipe que realmente podem mudar esse panorama.


Em síntese, esperamos que Jorge, Ana, Caio e Sara possam desfrutar de uma melhor qualidade de vida, possam ter relacionamentos verdadeiros, ou simplesmente, se divirtam com uma preocupação a menos. O IUP espera que mais pessoas vençam as barreiras que as impedem de ter uma vida sexual plena. Estamos aqui para ajudar.

IUP


1 comentário

Marcelo Nogueira · 13 de novembro de 2020 às 09:23

Gostei!! Já sofri muito com ejaculação precoce, graças a deus pesquisando muito sobre o assunto e achando artigos como esse diminui muito o meu problema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *